O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

Press-Releases

Press Release: AZUL anuncia compra de Airbus para rotas internacionais

Compartilhe
, / 911

A empresa AZUL linhas aéreasanunciou em 23/04/2014 seu plano de expansão, que contempla uma nova frota de 11 aeronaves de grande porte.  Voos diretos de Campinas para os Estados Unidos serão iniciados a partir do primeiro trimestre de 2015.  
Para permitir essa expansão, serão incorporados cinco Airbus A350-900 – a mais avançada aeronave comercial do mundo – com entrega prevista para início de 2017, e mais seis Airbus A330-200, cujas entregas devem começar ainda no primeiro semestre deste ano. Dessa maneira, pelos próximos três anos, serão acrescidas 11 aeronaves wide-body (fuselagem larga) aos atuais 80 Embraer e 56 ATR.
David Neeleman, Fundador e CEO da Azul: “Somos hoje a companhia que melhor integra todo o Brasil. Com 104 destinos servidos no mercado doméstico, vamos alimentar vigorosamente os voos internacionais, unindo todo o Brasil ao mundo com conexões eficientes e serviços frequentes, esse sempre foi um pedido de nossos Clientes. Por isso, queremos proporcionar uma nova experiência nos voos internacionais, com segmentação de tarifas e serviços, seguindo o que estamos fazendo em todo o país.”
As aeronaves – O padrão de configuração das novas aeronaves prevê três classes de serviço. No caso dos A330-200, a companhia deverá manter as configurações atuais. Gradativamente, os interiores receberão um novo pacote de melhorias, que incluirá uma total remodelagem, de maneira a oferecer uma experiência com o padrão de qualidade, com novos sistemas de entretenimento de bordo.
Já os A350-900 deixarão a fábrica em Toulouse, na França, equipados com a configuração a ser escolhida pela Azul. “Ao somarmos a enorme capacidade e a vasta gama de opções que essas aeronaves oferecem com o jeito Azul de ser e de fazer, estamos confiantes de que mudaremos o conceito de viagem internacional para os brasileiros”, afirma Neeleman.

Para atender a essa demanda, daremos preferência à promoção interna de seus atuais aeronautas, proporcionando uma oportunidade de crescimento e de carreira. Para operar essas novas aeronaves serão necessárias mais de mil colaboradores.