O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

Aviação Militar

Airbus entrega primeiro A400M da RAF

Compartilhe
, / 1146
Modelo de transporte militar, entregue à Força Aérea Britânica, ganha recepção de David Cameron
Fernando Valduga



A Airbus Defence and Space entregou o primeiro avião de transporte militar Airbus A400M para a RAF, a Real Força Aérea Britânica, iniciando a próxima etapa da transformação da frota de mobilidade aérea do Reino Unido. O avião é o primeiro de 22 encomendado pelo Reino Unido e será conhecida em serviço como A400M Atlas.


O primeiro-ministro David Cameron compareceu como convidado de honra na cerimônia para comemorar a aceitação da aeronave na Base da RAF de Brize Norton, onde toda a frota Atlas ficará baseada. Ele estava acompanhado pelo Ministro de Equipamentos, Suporte e Tecnologia de Defesa, Philip Dunne.

“É um enorme prazer ver o A400M entrando em serviço com a RAF, que é um dos principais expoentes da mobilidade aérea militar em todo o mundo”, disse o Vice-Presidente Executivo da Airbus Military Aircraft, Domingo Ureña Raso. “A Airbus Defence and Space tem hoje o privilégio de ser a maior fornecedora de aeronaves de grande porte para a RAF e estamos absolutamente comprometidos em executar esta responsabilidade por muitos anos.”

O A400M vai substituir o C-130 em serviço na RAF, mas como pode levar cerca de duas vezes mais carga, ou a mesma carga duas vezes mais longe, menos aeronaves serão necessárias.


De forma única é capaz de voar em velocidades de cruzeiro e altitudes em rotas intercontinentais como aviões a jato devido a seus motores extremamente potentes e um design aerodinâmico avançado, bem como pode operar repetidamente a partir de pistas curtas e não preparadas perto da ação militar ou em locais de crise humanitária.

Em Brize Norton o A400M vai operar ao lado da frota de aeronaves multifunção de transporte e reabastecimento Airbus Voyager da RAF. As asas de ambas as aeronaves são construídas no Reino Unido em Filton e Broughton, respectivamente. Além disso os motores do Voyager são produzidos no Reino Unido pela Rolls-Royce, empresa também parte do consórcio Europrop Internacional que produz os motores TP400 do A400M.
No total, o A400M apoia cerca de 8.000 postos de trabalho no Reino Unido, incluindo cerca de 900 funcionários da Airbus no grupo de trabalho ligado diretamente na aeronave em Filton. Até o momento, oito países encomendaram 174 aviões, dos quais os primeiros sete já foram entregues.