O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

EasyJet investe na realidade virtual e nas impressões 3D
, / 935

EasyJet investe na realidade virtual e nas impressões 3D

Compartilhe

A utilização de drones para inspeção da estrutura dos aviões e previsão de falhas técnicas durante o voo são, atualmente, duas das grandes apostas em termos tecnológicos da EasyJet.

A empresa ainda aposta na criação de peças recorrendo à impressão 3D, otimizando assim a reparação dos aviões e a substituição de peças dentro da cabine ou até de peças metálicas complexas para os motores.

A companhia afirmou que a utilização de drones para efetuar vistorias detalhadas às aeronaves, no sentido de avaliar possíveis danos e reportá-los rapidamente aos engenheiros, irá reduzir drasticamente o tempo de inspeção e, consequentemente, o tempo que o avião está em manutenção.

A companhia aérea espera que os drones estejam em operação em 10 hangares da EasyJet, em toda a Europa, até ao final de 2016. Estas localizações incluem Luton, Gatwick, Genebra, Basileia, Berlim, Charles de Gaulle, Milão e três outros aeroportos europeus.

Ao utilizar drones, a EasyJet espera cortar os atrasos técnicos, excluindo acontecimentos naturais fora do controle da companhia, como trovoadas e bandos de pássaros.

Ainda no âmbito da segurança, a EasyJet firmou uma parceria com a Airbus com o objetivo de fornecer telemetria em voo, prevendo problemas técnicos antes que eles ocorram. Esta ferramenta faz prognósticos com várias horas de antecipação e permite fornecer indicações avançadas de falhas em todos os aviões. O sistema é um inovador software que consegue receber parâmetros dos aviões em tempo real, através do sistema de mensagens ACARS.

Estes dados são transformados em esquemas animados que podem ser utilizados para a resolução de problemas técnicos e falhas antes que o avião aterre. A ferramenta de prognóstico permite que o departamento de engenharia da EasyJet possa planejar a substituição de componentes antes que surjam problemas, aumentando a confiança e eficiência da aeronave.

Otimização de Recursos

Atualmente, a EasyJet encontra-se em discussões exploratórias com diversas empresas de impressão a 3D, incluindo a Airline Services Limited e a Snecma, de olho na criação de peças para reparação de aviões, principalmente no que toca à impressão de peças para substituição dentro da cabine, como braços dos assentos, mesas ou persianas, ou peças destinadas ao motor.

A utilização da impressão a 3D significa que a companhia pode, nos próximos anos, reparar rapidamente, e de forma eficiente, qualquer defeito na frota, produzindo apenas as peças de que necessita. Ao aumentar a eficiência e rapidez na disponibilização de recursos, os atrasos reduzem com muita eficácia.

A realidade virtual é também uma das áreas de grande relevância em desenvolvimento pela EasyJet. Em colaboração com as empresas Output42, DesignQ e Mediasphere, a EasyJet pretende explorar a utilização da realidade virtual para desenvolver apps e treinos para a tripulação de cabine, que irão beneficiar os colaboradores e clientes da companhia aérea.

Satisfação do Cliente

O cliente é hoje mais tecnológico e, cada vez mais, dependente dos dispositivos móveis. A EasyJet conta com uma das mais otimizadas aplicações para smartphones do setor no mercado. O foco da empresa está mais virado para o sistema operativo da Apple, embora o Android também não esteja esquecido.

O Mobile Host da EasyJet é uma iniciativa conjunta com o aeroporto de Gatwick, em Londres, que combina dados dos sistemas de informação dos aeroportos diretamente, utilizando o Google Indoor Maps juntamente com os detalhes da reserva dos passageiros, localização e hora de voo.

Os resultados são instruções personalizadas e atualizadas para o passageiro. O Mobile Host inclui lembretes de check-in e confirmações de permissão de reserva de bagagem, direções para os balcões de entrega, zona de partidas e localização da porta de embarque e notificações diretas no smartphone.

O cliente tem ainda um suporte de alteração de voo que o orienta sempre que surjam atrasos. No final deste verão, os clientes também terão disponível uma ferramenta de pesquisa e reserva de alojamento sem custos, em caso de alteração de voos, evitando filas de espera e outros constrangimentos associados.

Maria Inês Coelho | Pedro Rosas