O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

Aviação Executiva

Gulfstream lança dupla de jatos e entra para o grupo dos “sem manche”

Compartilhe
, / 1496
Sublinhados pelo conforto e pelas tecnologias de segurança, os novos G500 e G600 incendeiam a indústria bizjet em evento nos EUA
Pedro Rosas
Portal do Aviador
A Gulfstream Aerospace Corporation apresentou, esta semana, sua nova família de business jets, os modelos G500 e G600, versões menores dos irmãos G550 e G650, mas com uma longa e surpreendente lista de mudanças, a começar pelas tecnologias de conforto e segurança. 

“Eles complementam os modelos G650 e G650ER, num ajuste ideal de velocidade, alcance e economia de combustível”, alegou Larry Flynn, presidente da Gulfstream, diante de uma multidão de aproximadamente três mil pessoas que, além de uma maquete de 21 metros do G600, puderam ver o primeiro G500 taxiando com suas próprias forças.

Entre as mudanças, estão os motores turbofan Pratt & Whitney Canada PW800, interrompendo décadas de parceria com a Rolls-Royce. Para Larry Flynn, o PW800 traz pouca queima de combustível, pouco ruído e custo operacional reduzido. Com ele, o G500 pode alcançar 5.000 milhas náuticas em Mach 0.85 e o G600 pode voar 6.200 milhas náuticas em Mach 0.85.  

Um salto de luxo

Abastecidas com 100% de ar fresco, as cabines mais silenciosas da indústria bizjet destacam-se pelas amplas seções transversais e 14 janelas (ovais) com 28 cm de largura. Com capacidade para 19 passageiros, o G500 comporta três áreas de estar, o G600 quatro, além de espaço opcional para descanso da tripulação. Ao todo, são 213 cm de largura por 188 cm de altura.

Os modelos dispõem de dois lavatórios (popa e proa), cozinha completa (localizadas na dianteira ou traseira da aeronave) e um compartimento de bagagens com cinco metros cúbicos de volume utilizável.

Symmetry Flight Deck 

Dispensando a utilização do manche, o Symmetry Flight Deck, com seus sidesticks de controle ativo (ACSs), integrados por controladores “touchscreen”, também aparece como uma revolução nas tecnologias de comando, permitindo que piloto e co-piloto vejam e sintam, através de resposta tátil, os inputs de cada um, coordenando funções e operando com extrema segurança.


“Nenhuma outra aeronave executiva possui esse recurso”, observou Dan Nale, vice-presidente de Engenharia, Programas e Teste da Gulfstream. Seu sistema EVS de visão sintetizada (Synthetic Vision Display), unido ao Honeywell Primus Epic, oferece um nível de consciência situacional que, antes, pilotos só podiam aspirar em sonho. 

Programa de testes

Os novos G500 e G600 serão produzidos nas duas novas instalações em Savannah (EUA), onde a empresa já fabrica as asas e estabilizadores de seus aviões. O primeiro voo do G500 está previsto para 2015, com certificação (pela FAA e EASA) para 2017 e entregas para 2018. Os testes do G600 estão previstos para um ano após o programa G500.

“Em 2008, trouxemos duas grandes inovações, o G650 e o G280. Seis anos depois, lançamos outra revolução, o G500 e o G600”, completou Nale. Os clientes de lançamento são a Qatar Airways e a Flexjet.


Video produzido pela Gulfstream: