O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

NOVAER no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Aeronáutica e Espacial do Brasil
, / 1170

NOVAER no lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Aeronáutica e Espacial do Brasil

Compartilhe

O Diretor Presidente da NOVAER, Graciliano Campos, e o Presidente do Conselho, Paulo Junqueira, foram à Brasília nessa quarta-feira (24/06) participar e apoiar o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Aeronáutica e Espacial, com o objetivo de defender os interesses das empresas do setor sediadas no Brasil. Composta por 252 deputados, a frente terá como presidente, nesta legislatura, o deputado Jose Stédile, do PSB do Rio Grande do Sul, e discutirá assuntos como tecnologia e investimentos no setor.

Durante o lançamento, deputados e representantes do governo e da indústria ressaltaram a importância de um setor considerado estratégico para a soberania de um país, mas prejudicado pela falta de investimentos em pesquisa e tecnologia e formação de profissionais.Jose Stédile listou os desafios: “Precisamos enfrentar o problema da tributação. Precisamos enfrentar o problema da desoneração da folha. Precisamos resolver o problema de falta de investimento do governo na área tecnológica desse setor”.

Vice-presidentes da Frente, os deputados Eduardo Cury (PSDB-SP) e Flavinho (PSB-SP) são da região de São José dos Campos, o maior polo da indústria aeroespacial do País (o estado de São Paulo concentra 99 das 136 empresas do setor). Flavinho disse estar honrado de poder defender não só uma questão de empresas que trabalham para que a tecnologia possa ser alavancada, mas também as Forças Armadas, que desenvolvem as tecnologias. “As Forças Armadas desenvolvem essas tecnologias em defesa do nosso país e depois elas são transformadas também em produtos e atingem a população de uma forma muito positiva”, disse.

O parlamentar contou que a ideia da Frente é defender a inovação tecnológica e que o país dê um salto em tecnologia. “Assim, a população, que é a ponta de tudo isso, pode receber ainda mais serviços com qualidade, como por exemplo, na área de saúde e tantas outras que possam ser alcançadas pelo desenvolvimento tecnológico.”

 

Fonte: Agência Câmara Notícias