O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

Comunicado

,

A Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC vai promover na cidade de São Paulo (SP), entre os dias 7 a 11 de novembro de 2016, a IV Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo. O evento tem como principal objetivo contribuir para a melhoria da qualidade das informações relacionadas ao acompanhamento do mercado de transporte aéreo no Brasil. Os interessados devem efetuar a inscrição até o dia 30/10/2016, no Portal de Capacitação da ANAC.

O evento será composto por uma cerimônia de abertura e 8 painéis, nos quais serão debatidos os procedimentos de apresentação à ANAC dos dados estatísticos de voos, dados de alterações e cancelamentos de voos, autorização de horário de transporte, dados de tarifas aéreas comercializadas, demonstrações contábeis e informações requeridas por organismos internacionais, além dos dados sobre transporte de passageiros com necessidades de atendimento especial. As inscrições são gratuitas e feitas por painel, com número limitado de vagas.

Os destaques desta edição são: esclarecimentos sobre a Resolução n° 280/2013, a respeito de procedimentos relativos à acessibilidade de passageiros com necessidade de assistência especial no transporte aéreo; a implementação do portal para o registro de Tarifas Aéreas e a substituição da Portaria nº 804/SRE/2010; revisão da Portaria nº 2.148/SRE/2014, que trata das demonstrações contábeis a serem apresentadas à ANAC; a revisão da Resolução nº 191/2011 que trata do fornecimento de dados estatísticos de voos; e a proposta de norma de registro de serviços aéreos, que altera o sistema de acesso ao mercado.

 

24386249549_bd4ce3fa94_b

Serão abordados os principais aspectos da regulamentação vigente e a importância do aprimoramento de controles internos, processos e sistemas automatizados nas empresas. Os participantes poderão esclarecer as suas dúvidas e apresentar sugestões para a revisão dos normativos

Além da ANAC, haverá apresentações do Ministérios dos Transportes, da Associação Brasileira das Empresas Aéreas – ABEAR e da International Air Transport Association – IATA. Acesse aqui a programação completa do evento e as instruções detalhadas para inscrições. IMPORTANTE: No momento da INSCRIÇÃO, é desejável que os painéis escolhidos estejam diretamente relacionados à atividade desempenhada pelo profissional na empresa — à exceção da cerimônia de abertura do evento, que é voltada a todos os participantes.

A IV Semana de Qualidade da Informação do Transporte Aéreo faz parte da Ação Nacional de Aviação Civil, iniciativa instituída em 2011 pela ANAC com o objetivo de disseminar informações e conhecimentos sobre o transporte aéreo e de aumentar a proximidade da Agência com seus principais públicos.

Realizada em novembro de 2015, também na cidade de São Paulo – SP, a terceira edição do evento contou com cerca de 270 participantes de mais de 40 empresas aéreas brasileiras e estrangeiras, além de entidades ligadas ao setor.

 

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com

Via: https://www.anac.gov.br/

,

O Programa Aero-Por Trás da Aviação lançou campanha de financiamento coletivo no site Kickante.com.br, nós como Aviadores e Entusiatas, já colaboramos e gostaríamos de convidar você também para apoiar e divulgar essa campanha.  Acreditamos que todas as ações que valorizam a Aviação em nosso país devem ter nosso apoio.   A primeira temporada do Programa Aero já está sendo veiculada no canal +Globosat e eles estão produzindo a segunda temporada com recursos próprios, pois não conseguiram patrocinadores, nessa fase que estamos passando na economia.  Juntar forças é um dos caminhos e nessa campanha podemos contribuir com valores a partir de R$35,00.

 

aero-portal

Segue mensagem do Fernando De Borthole, diretor do Programa:

“Olá aviador,

A aviação pode tomar conta de sua casa com o programa Aero, Por Trás da Aviação!

Você conhece o programa Aero? O programa é exibido pelo canal +Globosat e explora o universo da aviação com imagens e incríveis experiências. Depois de dois anos no ar, estamos lançando o Blu-ray da primeira temporada e iniciando a gravação da segunda.

Estamos empenhados em produzir uma 2a. temporada ainda melhor e para isso lançamos nossa campanha de crowdfunding, onde você colaborando com a gente, fará parte dessa empreitada e de quebra levará uma cópia de Blu-ray* da primeira temporada pra casa!”

* Colaborando com R$200,00 – clique aqui para ser redirecionado a essa contibuição

Participe!

,

14020461713_cf56456584_b
Acontecerá de 21 a 25 de setembro (de quarta a Domingo), durante a 19ª edição da EAB Air Show – Feira Internacional de Aviação no Aeroporto Regional de Maringá – Paraná.
Terá uma área de parking gratuito para as aeronaves visitantes, com um sistema de receptivo com transfer e credenciamento exclusivo.
Além disso, os participantes terão acesso gratuito aos 04 dias de evento.
No link a seguir você encontra as Rotas Especiais de Aeronaves em Voo Visual (REA) na Área Terminal de Londrina que será de uso obrigatório para todas as aeronaves em voo VFR com destino a SBMG durante a EAB 2016.
http://publicacoes.decea.gov.br/?i=publicacao&id=4165
Em breve publicaremos todos os Notam’s referentes a EAB 2016, e estas informações também serão enviadas por e-mail para os pilotos cadastrados no venha voando e publicadas em nossas redes sociais.
Facilite sua saída faça seu FPL https://sigma.cgna.gov.br/slot/loginPage
Portaldoaviador.com e Aeronavesavenda.com são apoiadores EAB Air Show – Feira Internacional de Aviação.
,

 Desde a década de 60, quando um avião Twin Otter sobrevoava o território canadense, as pequenas comunidades locais já sabiam: medicamentos e mantimentos estavam chegando a regiões de difícil acesso. De olho nesse DNA e nos inúmeros pontos isolados do território brasileiro, a canadense Viking Air, representada no Brasil pela International Jet Trading (IJT), acaba de anunciar a chegada ao País do novo Twin Otter Série 400.

“Queremos conquistar espaço na aviação regional brasileira, oferecendo um produto de 19 assentos com toda flexibilidade para operar em pistas não pavimentadas ou na água”, explica David Caporali, Diretor Regional de Vendas para a América Latina e Caribe da Viking Air, que aposta em um viés de apoio às empresas aéreas da região Amazônica. Projetado para pistas curtas, o novo avião consegue operar em pistas com menos de 400 metros.

viking pista de pouso

O Twin Otter chega equipado com dois motores Pratt & Whitney PT6A-34 de 750 shp. O design old fashion da aeronave contrasta com a cabine, com suíte integrada de aviônicos Honeywell Primus Apex, com cockpit digital equipado com quatro telas de alta resolução, com opção de visão sintética, e todas as funcionalidades de navegação via satélite. Para operar a versão passageiros ou carga, o Twin Otter traz ainda portas grandes com selagem e consegue cumprir de 400 a 500 km com capacidade máxima de passageiros e em torno de 400 km com capacidade máxima de carga (1.800 kg).

Viking aeronavesavenda painel

A parte de manutenção é outra aposta da Viking para se diferenciar no mercado. A empresa, ao contrário da maioria dos fabricantes de aeronaves, nasceu de uma oficina de manutenção para depois se transformar em uma fabricante. Por isso já se prepara para homologar os primeiros Centros de Serviços no Brasil.  “Pelo próprio projeto do avião, apostamos na intervenção menor na revisão”, lembra Daniel Torelli, diretor técnico da IJT. Segundo o executivo, o Twin Otter foi feito para operar 66 mil horas e 132 mil ciclos, uma vida útil três vezes maior que um avião da mesma categoria.

Viking aeronavesavenda interior

Atualmente cerca de 100 aeronaves da Série 400 já estão em operação em 24 países, sendo que 28,9% delas destinam-se à operação comercial. Sem revelar nomes de potenciais clientes no Brasil que já iniciaram conversas com a fabricante, os executivos da IJT afirmam que o novo Twin Otter está em processo final de certificação junto à Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e deve chegar ao país a partir do final do ano ao preço estimado de US$ 6,95 milhões (versão 400, preço FOB).

Viking Pouso na àgua

Viking aeronavesavenda frontal

Daniela Garrafoni – Portaldoaviador.com

Quer saber mais sobre essa aeronave? Entre em contato através do formulário abaixo:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

,

Começa nesta desta terça-feira, 30 de agosto, a 13ª edição da LABACE (Latin American Business Aviation Conference & Exhibition). O evento, considerado o maior da América Latina, será sediado mais uma vez no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e terá a presença dos maiores fabricantes de aeronaves e produtos, acompanhados por aquelas que prestam serviço para empresas e/ou aeronaves.

Além de conhecer as novidades do setor, o público poderá participar de cursos e seminários abertos a convidados e visitantes, além de participar uma série de palestras sobre o setor de aviação. Confira os eventos gratuitos:

Dia 30 – 15h30/18h00 – Curso de Introdução à Engenharia Aeronáutica

Dia 31 – 09h30/11h00 – Evolução e desafios do RAB (Registro Aeronáutico Brasileiro)

Dia 01/09 – 09h30/12h00 – Seminário de Transporte Aeromédico

Para conhecer a programação completa dos cursos, palestras e seminários acesse http://www.abag.org.br/labace2016/programacao.html.

Os ingressos da LABACE têm preço R$ 55,00 para profissionais da aviação (pilotos, mecânicos, comissários, entre outros envolvidos no setor). As credenciais para os três dias de feira custam R$ 400,00, sendo que estudantes de aviação pagam R$ 200,00. É proibida a entrada de crianças menores de 14 anos. A entrada do evento fica no endereço Avenida Washington Luís, 6.000.

Daniela Garrafoni

,

Michael Klein

Ex-controlador das Casas Bahia, empresário avança na aviação executiva

A CB Air, empresa de aviação executiva do empresário Michael Klein, anunciou ontem (22) a compra da Global Aviation por R$ 38 milhões, mais dívidas. Segundo avaliações da empresa, a estimativa é que os passivos da Global Aviation não ultrapassem os R$ 70 milhões. A operação ainda está sujeita à aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A compra da Global Aviation inclui as empresas Global Táxi Aéreo, Pássaro Azul, Reali Táxi Aéreo e SSR Assessoria e Prestação de Serviços. Com a aquisição, a CB Air passará das atuais 12 aeronaves para uma frota de 32, entre jatos e helicópteros. No total, serão dez hangares em pontos como Campo de Marte, Congonhas, Sorocaba, Santos Dumont e Brasília, além de helipontos no Estado de São Paulo.

Ao anunciar o negócio, Michael Klein lembrou que o Brasil não tem aeroportos comerciais em todas as cidades. O objetivo é crescer no mercado de táxi aéreo para atender clientes corporativos e usuários finais.

No primeiro semestre de 2016, a CB Air faturou R$ 10 milhões. Segundo Klein, as Olimpíadas ajudaram a aquecer o mercado no segundo semestre e a expectativa é que o faturamento chegue a R$ 20 milhões, o que levaria a um faturamento total da empresa este ano de R$ 30 milhões. Para 2017, a expectativa de faturamento, já considerando as operações das duas empresas, é de R$ 200 milhões (R$ 140 milhões da Global e R$ 60 milhões da CB Air).

Para Décio Galvão, CEO da Global Aviation, o mercado de aviação executiva no Brasil ainda é pequeno e precisa de investimentos e internacionalização. Ele afirmou que as empresas atuarão separadamente até a aprovação da compra pelos órgãos reguladores.

Daniela Garrafoni

 

 

,

A ANAC organizou os trabalhos em duas frentes: intensificação da fiscalização e orientação aos passageiros, em 10 aeroportos de julho a setembro

 

A ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil já se organizou para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. No próximo dia 19 de julho, até 22 de setembro, a Agência escala o time de servidores para a Operação Rio 2016.  O principal objetivo é garantir a segurança e a tranquilidade do transporte aéreo durante os eventos, assim como ocorreu durante a Copa FIFA 2014. Os aeroportos do Galeão (RJ), Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Pampulha (MG), Salvador (BA) e Manaus (AM) vão contar com reforços na fiscalização e na orientação para receber cerca de dois milhões de passageiros, entre atletas, membros de delegações e turistas que devem chegar ao país.

 

22184231198_62dc29a652_b

Os aeroportos do Galeão, Santos Dumont, Congonhas, Guarulhos, Viracopos, Brasília, Confins, Pampulha, Salvador e Manaus vão contar com reforços na fiscalização

Aproximadamente 500 servidores da ANAC atuarão em duas frentes: na difusão de informações sobre os direitos dos passageiros e na intensificação da fiscalização dos serviços prestados à sociedade pelas empresas aéreas e concessionárias de aeroportos. O desafio, porém, promete ser grande: o fluxo de passageiros e aeronaves deverá aumentar consideravelmente com a chegada dos torcedores e atletas ao Rio de Janeiro, cidade que concentrará 97% das disputas.  O número de aeronaves durante os jogos deve aumentar significativamente, sobretudo com relação à aviação geral, que terá seu ápice nas cerimônias de abertura e encerramento.

Estimativas do Comitê Técnico de Operações Especiais (CTOE), da Conaero (Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias), apontam que somente no dia da abertura do evento (05/08), os aeroportos do Rio registrem entre 900 e 1.000 movimentos de aeronaves executivas.

Aos passageiros que estarão em viagem no período dos jogos, a Secretaria de Aviação Civil (SAC), do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, em parceria com a ANAC, produziu o site http://www.transportes.gov.br/aeroportos2016/, com as principais informações sobre os direitos e deveres dos passageiros. O site está disponível em Português, Inglês e Espanhol. Na página da ANAC também estão disponíveis as cartilhas: Dicas aos Passageiros e o Guia do Passageiro com informações detalhadas. Consulte aqui.

 

Segundo o Gerente de Operações da ANAC, Marcelo Lima, a Agência pretende colocar em prática todas as lições aprendidas em operações passadas, dentre as quais as estratégias de coordenação e comunicação com a comunidade aeroportuária; a transmissão de informações relevantes; e a comunicação e coordenação com as demais áreas da ANAC.

Há medidas importantes em curso, entre elas a adoção da “hangaragem” a céu aberto nos aeroportos do Rio de Janeiro, medida que possibilitará o aumento de posições de estacionamento para a aviação geral”, afirma Marcelo Lima.

Além disso, na aviação comercial, os ajustes na malha já foram feitos. O aeroporto do Galeão foi ampliado, o que possibilitará o atendimento de toda a demanda existente no período dos jogos.

 

Acessibilidade

Uma preocupação importante da ANAC, e que mereceu esforços contínuos com operadores aeroportuários, empresas aéreas e órgãos parceiros, é no acolhimento dos Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial (PNAEs). Para os Jogos Paralímpicos são esperados cerca de quatro mil atletas, reforçando o desafio histórico de acessibilidade nos aeroportos brasileiros. Pensando nisso, a SAC, a ANAC e a Secretaria de direitos Humanos (SDH), do Ministério da Justiça e Cidadania, elaboraram o Projeto Acessibilidade, cuja intenção é treinar e capacitar o exercício humanizado aos (PNAEs) pensando especialmente nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. A SAC, ANAC, SDH, representantes das companhias aéreas, operadores aeroportuários e associações debateram procedimentos, qualificação de recursos humanos e processos de embarque e desembarque para esses passageiros, realizando inclusive diversas simulações nos principais aeroportos do país. Para os PNAEs, a ANAC produziu uma cartilha especial, em tamanho ampliado, para atender aos passageiros com baixa visão, e voltada exclusivamente para esse público. Acesse o conteúdo do Guia de Direitos e Acessibilidade do Passageiro.

Vale relembrar que caso o passageiro se sinta prejudicado, ele deve procurar primeiramente a empresa aérea contratada para reivindicar seus direitos. Se as tentativas de solução do problema pela empresa não apresentarem resultado, o usuário poderá encaminhar a demanda à ANAC, aos órgãos de defesa do consumidor e ao Poder Judiciário. A Agência possui canais de comunicação destinados a receber manifestações pela internet (Fale com a ANAC), pelo telefone 163 (que funciona 24 horas, sete dias por semana, com atendimento em português, inglês e espanhol) ou nos Núcleos Regionais de Aviação Civil (NURAC), localizados nos principais aeroportos do país. Cabe à ANAC analisar cada caso e autuar a companhia, se comprovadas às irregularidades.

 

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com

Acesse: http://www.anac.gov.br/

,

A Jet Avionics realizou o primeiro ensaio de voo RVSM para o Super King Air B300.

RVSM significa Reduced Vertical Separation Minimum, que pode ser traduzido como Separação Vertical Mínima Reduzida.

13227088_1106018686124687_5748245861370843392_n

O conceito RVSM visa reduzir a separação vertical das aeronaves a cima do nível de voo FL290

 

Este conceito foi introduzido para reduzir a separação vertical das aeronaves a cima do nível de voo FL290. Esta redução permite o aumento da capacidade de tráfego espaço aéreo, as aeronaves evitam áreas turbulentas e com formações e economizam combustível em sua operação.

Para esta operação ser possível é necessário que a agência reguladora aprove as condições técnicas da aeronave e também o conhecimento da tripulação sobre a operação RVSM.

A equipe de engenharia reuniu-se com o piloto da aeronave no Hangar Jet Avionics, em Jundiai (SBJD), de onde decolaram para seguir voo no espaço aéreo RVSM.

Durante o trajeto rumo à Londrina, a aeronave apresentou mínimas variações verticais as quais foram acompanhadas pelos engenheiros e pelos sensores do equipamento de teste RVSM.

O resultado do ensaio acusou variações dentro dos limites exigidos para o voo RVSM, permitindo, portanto, a homologação da aeronave para este tipo de operação.

Parabéns ao Super King Air B300 e à Jet Avionics pela homologação RVSM.

01

Técnico averiguando funcionamento dos sistemas durante voo de homologação do RVSM no King Air B300

02

Um dos equipamentos utilizados durante o voo de homologação do RVSM para o B300

03

Voo entre Jundiaí (SP) e Londrina (PR)

04

Aferição dos sistemas para a operação segura e precisa do RVSM

05

À bordo do Super King Air B300

06

Equipe envolvida no voo de homologação do RVSM no B300

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com

Fonte: www.jet-avionics.com.br

,

Atenção aviadores que operam ou pretendem operar nos aeroportos que estão envolvidos com as modificações do DECEA para os jogos Olímpicos.
Desde o dia 13 de julho o aeroporto de São Paulo, Congonhas (SBSP) já está classificado como nível B.
SLOT apenas requerido para Pouso.
Importante revisar a ICA 100-41 (SLOTS) e também estar atento aos NOTAMs mais recentes.

B 13/07/16 09:00
C 21/09/16 02:00
AD AP COORDENADO EM FUNCAO DOS JOGOS OLIMPICOS RIO2016, EM
CONSEQUENCIA:
1) TODAS AS ACFT QUE PRETENDAM OPR EM SBSP TERAO SUAS OPS
CONDICIONADAS A DISPONIBILIDADE DE ATENDIMENTO EM FUNCAO DA
CAPACIDADE DE INFRAESTRUTURA INSTALADA NO AD E DEVERAO SOLICITAR O ATENDIMENTO COM ANTECEDENCIA MNM DE 01 HR 30 MIN DA HORA DESEJADA
DA OPS A CENTRAL INTEGRADA DE SLOTS ATRAVES DO SITE DO CENTRO DE
GERENCIAMENTO DA NAVEGACAO AEREA – CGNA (WWW.CGNA.GOV.BR) NA OPCAO
SERVICOS, OU DIRETAMENTE PELO ENDERECO ELETRONICO
HTTPS://SIGMA.CGNA.GOV.BR/SLOT. O ATENDIMENTO SERA CONFIRMADO PELO
FORNECIMENTO DE UM CODIGO ALFANUMERICO QUE DEVERA CONSTAR NO ITEM
18 DO PLN, PRECEDIDO DA SIGLA RMK/CLR. EXEMPLO: RMK/CLR SPPG987547.
2) TODOS OS USUARIOS E PRESTADORES DE SERVICO DE NAVEGACAO AEREA
(PSNA) DEVERAO ESTAR CIENTES DOS PROCEDIMENTOS DESCRITOS NAS
PUBLICACOES EM VIGOR E CUMPRIR AS REGRAS APLICADAS NO MOMENTO DA
ATIVACAO DAS AREAS DE EXCLUSAO, CONFORME PUBLICADO NA AIC N07/16 E
A07/16 E NOTAM COMPLEMENTARES PUBLICADOS;
3) SEJA CONSIDERADO ESTE AP COORDENADO COMO DE NIVEL B,
NECESSITANDO DE SLOT ATC PARA REALIZAR OPS DE LDG;
4) O AP COORDENADO DE SBSP (NIVEL B) NAO PODERA SER UTILIZADO COMO
AD DE ALTERNATIVA;
5) AS SOLICITACOES DE ALTERACAO NA ALOCACAO DOS SLOT ATC, RELATIVA
A AERODROMOS BEM COMO AS ALTERACOES DE MATRICULA, DESDE QUE AS
MATRICULAS PERTENCA AO MESMO OPERADOR/EXPLORADOR, CONFORME PREVISTO
NA LEGISLACAO EM VIGOR, SERAO REALIZADAS PELO TELEFONE 0800-282-
6612 COM O OPERADOR DA CENTRAL INTEGRADA DE SLOT;
6) DEVERA SER DECLARADO NO CAMPO 16 – DURACAO TOTAL PREVISTA DE VOO
(EET) – DO PLANO DE VOO COMPLETO (PVC) OU SIMPLIFICADO (PVS) O
TEMPO NECESSARIO PARA QUE SEJA RESPEITADO O PERIODO DE VIGENCIA DO
SLOT ATC DE POUSO ALOCADO;
7)ESPECIFICAMENTE NOS AERODROMOS COORDENADOS DE DESTINO, OS PILOTOS
OU DESPACHANTES OPERACIONAIS DE VOO DEVERAO APRESENTAR OS
RESPECTIVOS PVC OU PVS, COM ANTECEDENCIA MAXIMA DE 120 HORAS E
MINIMA DE 45 MINUTOS DA EOBT. TAMBEM DEVERA SER CUMPRIDA A
OBRIGATORIEDADE DE QUE O PLANO DE VOO SEJA APRESENTADO COM
ANTECEDENCIA MINIMA DE 1H30MIN DO HORARIO DEFINIDO COMO SLOT ATC DE
POUSO, COM O OBJETIVO DE MONITORAR A UTILIZACAO DOS SLOT ATC
ALOCADOS E SUA POSSIVEL REUTILIZACAO;
8) AS AERONAVES QUE PRETENDAM DECOLAR DE AERODROMOS DESPROVIDOS DE
ORGAO ATS COM DESTINO A UM AERODROMO COORDENADO DEVERAO APRESENTAR
SEUS PLANOS DE VOO COMPLETO (PVC) OU SIMPLIFICADO (PVS), PELA
INTERNET CONFORME AIC N09/16 OU POR TELEFONE/FAX PARA A SALA AIS
CREDENCIADA DA FIR DE ORIGEM DO VOO;
9) AS ACFT SEDIADAS NOS AP COORDENADOS NAO ESTAO DISPENSADAS DA
OBTENCAO DE SLOT ATC;
10) OS USUARIOS QUE NECESSITAREM DE UM SLOT ATC DE OPORTUNIDADE DE
POUSO DEVERAO APRESENTAR PLANO DE VOO COMPLETO (PVC) OU
SIMPLIFICADO (PVS) PARA UM AD NAS PROXIMIDADES DO AP COORDENADO,
RESPEITANDO OS CRITERIOS DAS AREAS DE EXCLUSAO, E NO CAMPO 18
INDICAR A SOLICITACAO DE SLOT ATC DE OPORTUNIDADE.A DISPONIBILIDADE
SERA INFORMADA, CASO EXISTA, APOS O USUARIO REITERAR A SUA INTENCAO
DE POUSO VIA FONIA AO APP, QUE AUTORIZARA A OPERACAO MEDIANTE
DISPONIBILIDADE NO SISTEMA;
11) AS ACFT DE POSSE DE UM SLOT ATC, QUE TENHAM CONHECIMENTO DA SUA
NAO UTILIZACAO DEVERAO PROCEDER O RESPECTIVO CANCELAMENTO NO
SISTEMA – HTTPS://SIGMA.CGNA.GOV.BR/SLOT;
12) AS ACFT DE POSSE DE UM SLOT ATC QUE JA APRESENTARAM SEUS PLANO
DE VOO COMPLETO (PVC) OU SIMPLIFICADO (PVS) E QUE REALIZARAM O
CANCELAMENTO DO SLOT ATC DEVERAO CANCELAR O REFERIDO PLANO DE VOO;
13) AS ACFT QUE DECOLEM COM SLOT ATC VALIDO DOS AP COORDENADOS SBRJ
E SBGL COM DESTINO A ESTE AP COORDENADOS ESTARAO DISPENSADOS DA
ALOCACAO DO SLOT ATC DE POUSO. DEVERA SER INSERIDO NO ITEM 18 DO
PLANO DE VOO COMPLETO (PVC) OU SIMPLIFICADO (PVS) AS SEGUINTES
INFORMACOES: STS/ATFMX, CODIGO SLOT DE DECOLAGEM SEM O TERMO CLR
(RMK/GLPG369358) E A INFORMACAO DE DISPENSA DE SLOT DE POUSO
(RMK/DISPENSA DE SLOT ATC DE POUSO);
14) O PERIODO DE FUNCIONAMENTO DA CENTRAL INTEGRADA DE SLOTS SERA
H24.
15) PARA MAIORES ESCLARECIMENTOS, LIGAR PARA O TEL DA CENTRAL
INTEGRADA DE SLOTS: 0800-282-6612.
,

Nesta quinta-feira (14/07), a Força Aérea Brasileira (FAB) apresentou seu planejamento para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Logo após a coletiva de imprensa, em que estiveram presentes jornalistas de veículos nacionais e do exterior, os profissionais de comunicação puderam acompanhar um treinamento de interceptação. Nele, o avião onde estavam os jornalistas simulou ingressar em uma área de restrição de voo e foi abordado por um caça F-5. Durante a Olimpíada, haverá três áreas de exclusão aérea – branca, amarela e vermelha – com diferentes níveis de acesso, para garantir a segurança das competições.

 

No vídeo, é possível termos uma noção de como será a interceptação aérea, feita por caças F-5

Regras especiais para o espaço aéreo durante os Jogos Olímpicos

O espaço aéreo terá regras especiais durante o período dos Jogos. De 24 de julho e 22 de agosto (Jogos Olímpicos), e de 7 a 19 de setembro (Jogos Paralímpicos), haverá restrições específicas para o sobrevoo da cidade do Rio de Janeiro.

Em uma área denominada BRANCA, que abrange de Angra dos Reis até Cabo Frio, e do Oceano até quase com a divisa com Minas Gerais, estarão proibidos voos de treinamento, instrução e turísticos, dentre outras restrições. Também estarão proibidas operações de paraquedas, parapentes, balões, dirigíveis, ultraleves, aeronaves experimentais, asas-deltas, pulverização agrícola, reboque de faixas, aeromodelos, foguetes e veículos aéreos remotamente pilotados.

Entre os dias 3 e 22 de agosto, e 7 a 19 de setembro, haverá a ativação da área AMARELA nos dias de competições esportivas. Com 27,78 quilômetros de raio (15 milhas náuticas), incluindo os aeroportos do Galeão e Santos Dumont, indo desde Niterói até a praia de Grumari, e do Oceano Atlântico até Nova Iguaçu, a área será permitida para sobrevoo apenas de aeronaves devidamente autorizadas.

Nos períodos das competições, também serão ativadas sobre os complexos esportivos da Barra, Deodoro, Maracanã, Engenhão e Copacabana as chamadas áreas VERMELHAS, cada uma com 7,4 quilômetros de raio (4 milhas náuticas). Somente poderão voar aeronaves com autorização expressa do Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA), incluindo as das Forças Armadas, órgãos de segurança pública, chefes de estado e autoridades públicas, aeronaves-ambulância e aquelas utilizadas pelas organizações dos eventos esportivos.

Qualquer veículo aéreo que descumprir essas orientações poderá ser interceptado em voo pelo COMDABRA. O decreto presidencial N° 8.758/2016 determinou que aeronaves consideradas suspeitas estarão sujeitas às medidas coercitivas de averiguação, intervenção, persuasão e até de destruição. Esta última medida pode ocorrer sob ordem do Comandante da Aeronáutica. Para executar tais ações, a Força Aérea Brasileira terá aviões de caça, helicópteros e aviões-radar em voo ou prontos para decolar.

Este conceito e estrutura militar para gerenciar o fluxo de tráfego aéreo já foi adotado em grandes eventos sediados pelo Brasil. As experiências na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em 2012, na Copa das Confederações de Futebol FIFA Brasil 2013, a Jornada Mundial da Juventude Católica Rio 2013 e a Copa do Mundo de Futebol FIFA Brasil 2014 foram bem sucedidas e resultaram em reconhecimento internacional.

As ações de defesa aérea durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 serão coordenadas pelo COMDABRA, órgão do Comando da Aeronáutica sediado em Brasília (DF).

A seguir algumas fotos de como foi a interceptação aérea, sobre o Rio, envolvendo uma aeronave Embraer C-97 Brasília:

28026925160_59dbf5ccdf_b

28204590602_8932603e09_b

28274386716_3b3ffb9067_b

28274387756_298baec508_b

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com

Fonte: http://fab.mil.br/