O Portal do Aviador reúne sites e muito conteúdo relacionados à aviação. Notícias, anúncios e cobertura de eventos aeronauticos.

Comunicado

,

Qual a relação entre uma paralisação do setor rodoviário e uma operação aérea?

O combustível!

Com a paralisação dos motoristas de caminhão no Brasil, as operações aéreas são pouco a pouco prejudicadas de forma integral e abrupta.

Sem combustível mínimo para uma etapa de voo, somando o consumo para a alternativa e a margem de segurança estabelecida pelos regulamentos, uma aeronave não pode decolar. Contando que além da ida temos a volta, é mais combustível para ser abastecido.

Colocando essas informações na ponta do lápis, vemos que não adianta ter combustível no aeroporto de partida hoje e não ter como abastecer a aeronave para voltar, por falta do mesmo nos caminhões de abastecimento do destino, que será a próxima partida.

Se os aeroportos ficarem sem combustível, as aeronaves não decolam, as operações reduzem, a ociosidade do setor aumenta e as consequências podem ser permanentes e nem um pouco boas.

Essa medida impacta tanto a aviação comercial quanto a executiva pois, em ambas operações o consumo de combustível é 100% necessário e em quantidades inimagináveis quando pensamos que um tanque de carro de passeio para 7 ocupantes tem 65 litros e o um King Air C90GTx 1454 litros para transportar 8 pessoas, não abrindo brechas para redução de consumo, redução de abastecimento e comprometimento da segurança operacional do voo.

Os setores de transporte são todos interligados e movimentam nosso país, que depende muito do rodoviário e é fraco no aéreo, ferroviário e marítimo. É necessário um equilíbrio das operações logísticas para que haja estabilidade no transporte brasileiro.

O modal aéreo em específico é subutilizado, quando não é mal utilizado, e tem grande potencial de crescimento, uma vez que as condições econômicas estejam favoráveis, mas isso vale para todos os setores.

Com mais infraestrutura, organização e respeito, poderemos criar uma aviação saudável e com muita segurança para os brasileiros.

Um exemplo de infraestrutura acontece nos aeroportos internacionais do Rio de Janeiro (Galeão) e de São Paulo (Guarulhos), onde os reservatórios de combustível são abastecidos por dutos subterrâneos diretamente ligados às refinarias de petróleo, conforme essa nota emitida pela GRU Airport. Evitando assim, qualquer influência de transito, acidentes ou atrasos no transporte dessa mercadoria.

Nota GRU Airport: https://www.gru.com.br/pt/institucional/imprensa/releases/detalhe?code=101

Outra alternativa criada para abastecer aeroportos mais distantes das refinarias, como o internacional de Brasília, foi a utilizada pela LaTam, que utilizou sua maior aeronave incorporada na frota, um Boeing 777 com 40 toneladas de combustível nos tanques. Ao chegar em Brasília foi transferido o combustível da aeronave para os caminhões e assim, mais alguns voos puderam partir, além disso a aeronave ainda partiu de lá transportando 385 passageiros.

Segue explicação da operação pelo Lito, do canal Aviões e Músicas:

Fonte:https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/05/latam-envia-boeing-com-combustivel-para-abastecer-aeronaves-em-brasilia.shtml

Fonte Imagem da Capa: Luiz Gimenes. http://aviacaohojenoticias.blogspot.com/2015/04/detalhes-das-operacoes-pre-e-pos-voo.html

Por:  Carlos Eduardo Damasceno

,

A nova lei do aeronauta, Lei 13.475 de 2017, substitui a antiga Lei 7.183 de 1984.

A distância entre a revisão e a criação deixa marcas sobre como a antiga e tão falada lei dos anos 80 atrapalhava as operações aéreas e a vida dos aeronautas na atualidade.

A aviação em 1984, quando fez-se necessário a criação de uma lei para proteção e regulamentação dos pilotos de aeronave, comissários de bordo e mecânicos de voo, definidos pela lei como aeronautas, a fim de protege-los do cansaço, fadiga e possíveis acidentes.

A nova lei é uma grande conquista para os profissionais pois garante jornadas de trabalho menos cansativas, mais produtivas e, quem sabe, uma atuação mais prazerosa para quem já está há muitos anos no mercado e sonha com a valorização da profissão.

Segue o link da nova Lei do Aeronauta para quem deseja saber quais as novas regras, tempo limite de jornada, quantidade de pousos, horas, folgas e etc.

Nova Lei do Aeronauta – 13.475 – 28 de Agosto de 2017

Segue também a antiga lei, para facilitar a visualização do que foi alterado, as revogações estão riscadas e os links para as atualizações logo ao lado.

Antiga Lei do Aeronauta – 7.183 – 5 de Abril de 1984

Por:  Carlos Eduardo Damasceno

Gostaria de receber mais detalhes:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

Fonte da Imagem: https://nobeadvogados.com.br/wp-content/uploads/2017/11/direitos-trabalhistas-aeronautas.jpg
,

O portal da ANAC possui diversas notícias, informações e documentos de extrema importância para pilotos e operadores da aviação.

Dentre eles, existem relatórios estatísticos de operação de aeronaves, aeroportos homologados e ativos para operação, empresas de táxi aéreo e oficinas homologadas e etc.

Seguem abaixo os links para consulta dessas informações, constantemente a agência atualiza essa informações, portanto, mantenha-se em dia com elas.

Busca por escolas de aviação homologadas (Teóricas e Práticas)

Consulta de empresas aéreas homologadas (Táxi aéreo, transporte regular e não regular)

Consulta de oficinas de manutenção homologadas

Relatório mensal de aeronaves homologadas e registradas no Brasil

Lista de aeroportos públicos e privados homologados e registrados no Brasil

Por:  Carlos Eduardo Damasceno

Gostaria de receber mais detalhes:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

,

Assim como ocorreu com a CIV eletrônica, desde dezembro de 2017 as aeronaves de matrícula brasileira poderão utilizar o sistema de Diário de Bordo eletrônico.

As resoluções 457 e 458 do ano de 2017 autorizam e determinam as regras para a inovação.

É importante lembrar que é responsabilidade do comandante da aeronave manter a documentação, inclusive diário de bordo, da mesma sempre atualizada e em concordância com as normas estabelecidas pela agência reguladora.

O envio das informações pelo sistema é facultativo e está sujeito à autorização da ANAC em relação aos softwares e métodos de envio. Uma vez aprovado e escolhido o sistema virtual, as informações deverão ser preenchidas somente por este canal.

Qual a vantagem de usar um sistema eletrônico? A resposta é simples, com envio de informações por sistemas automatizados e supervisionados, as fraudes e discrepâncias serão identificadas com mais facilidades, o que torna nossa aviação mais justa e próspera. Além disso, a visualização em planilhas e sistemas exibe com facilidade os custos e outras informações da operação, assim os operadores e tripulantes poderão controlar melhor sua aeronave para evitar a venda ou a interrupção da operação.

Resolução 457/2017
Resolução 458/2017
Fonte: http://www.anac.gov.br/noticias/anac-regulamenta-a-utilizacao-de-sistemas-digitais-para-registro-de-informacoes

Carlos Eduardo Damasceno

Gostaria de receber mais detalhes:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

,

No dia 26 de abril de 2018 entra em vigor as novas regras de circulação visual na TMA de SP.

O nosso amigo LED Santos explicou muito bem o que mudou e como operar nas novas regras.

Segue abaixo o excelente vídeo em seu canal no YouTube:

Lembramos que é responsabilidade de cada piloto estar ciente e buscar as informações corretamente, portanto, mantenha-se atualizado em todas as regras de operação na sua região.

Links para a AIC e suas cartas:

AIC-N 33-18

Carta REA TMA-SP

Carta REA TMA-SP 2

Carta REH TMA-SP 2

Carta REH ÁREA DE CONTROLE HELICÓPTERO

Por:  Carlos Eduardo Damasceno

Gostaria de receber mais detalhes:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

,


Entrou em vigor no dia 09 de novembro de 2017 a nova AIC-N 22/17 referente aos corredores visuais dentro dos limites da Terminal Belo Horizonte ( TMA BH).  Apesar de semelhantes, notam-se algumas mudanças significativas na estrutura, nomes de posições, corredores e também na frequência de comunicação dependendo do setor de entrada bem como rotas a serem seguidas para chegadas e saídas nos aeroportos localizados naquela área.

Abaixo seguem os links para acesso a nova AIC e a nova carta respectivamente bem como um PDF com os nomes e coordenadas das posições para facilitar a visualização para os que desejam atualizar ou conferir no GPS:

https://www.aisweb.aer.mil.br/cartas/visuais/rea/REA_BH_FINAL_04_MAIO_2017_300dpi.pdf

https://publicacoes.decea.gov.br/download.cfm?d=4613

 

Arquivo pdf com Coordenadas REA BH nov2017 (clique aqui)

 

 

 

 

Colaborador:
Danilo Nikolaus
Piloto Comercial
Cirrus SR22/SR20
11-98018.8440

 

,

Nos dias 06, 07 e 08 de outubro a Cirrus Aircraft e a Plane Aviation, que é a representante oficial do fabricante americano no Brasil irão apresentar ao público brasileiro o CIRRUS VISION JET durante o evento CIRRUS EXPERIENCE que será realizado no hotel Portobello Resort (Tel: 0800.282.0868) em Mangaratiba, RJ.

O resort fica localizado na Rodovia Rio-Santos e dispõe de marina e aeroporto próprio para receber os convidados da Cirrus e Plane Aviation vindos por qualquer meio de transporte.

Com uma frota de SR20, SR22 e SR22T superior a 6.500 aeronaves operando em mais de cinquenta países, aeronaves reconhecidamente de alta tecnologia, elevado padrão de segurança e líder do mercado mundial há onze anos consecutivos.

Hoje existem quase 600 clientes na lista de espera do Vision. Aproximadamente 10% são do Brasil. No evento o SF50 fará alguns voos de demonstração reservados a clientes que estão na lista de espera para receber a aeronave já em 2018.

Além da grande expectativa do mercado brasileiro para esse novo modelo de aeronave, os clientes Cirrus que aguardam para receber o Vision estão particularmente empolgados.

Para 2018 existe a previsão de entrega de 9 unidades do Vision no nosso território. O SF50 Vision Jet voa a 550 km/h podendo alcançar 1.800 km de voo mais reserva.

Essa aeronave foi certificada pelo FAA, a autoridade norte americana, no final de 2016 e encontra-se em fase final de certificação no Brasil.

Todas as aeronaves Cirrus são equipadas com o CAPS – Sistema de Paraquedas Cirrus e no Vision Jet isso não será diferente.

Você encontra o CIRRUS VISION JET e os outros modelos de aeronaves CIRRUS à venda no site www.aeronavesavenda.com, visite e confira!

Quero mais detalhes e valores sobre o CIRRUS VISION JET:

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Sua mensagem

,

Desejamos a todos Feliz Natal, Boas Festas e Ótimos voos, sempre!

,

A famosa banda de Rock Guns N’ Roses está prestes a sair em turnê pela América do Sul e um Boeing 757 foi especialmente preparado para transportar toda a equipe que trabalha para a banda e os equipamentos.

 

aviao-gnr2016-2

O Boeing 757 que transportará a banda de Rock Guns N’ Roses foi totalmente customizado pela Aero Engineering Services. Todas as fotos neste post estão em: http://gunsnrosesbrasil.com/

 

aviao-gnr2016-3

 

 

aviao-gnr-2016b-1

 

 

aviao-gnr-2016b-2

Anteriormente a banda de Rock Guns N’ Roses utilizou um Dassault Falcon 900 e um Embraer Legacy para seus deslocamentos

 

aviao-gnr-2016b-3

Boeing 757 da banda de Rock Guns N’ Roses no aeroporto de Burbank, na Califórnia

Confira a seguir os locais onde a banda irá se apresentar no Brasil (com a operação da aeronave nas respectivas cidades), segundo o site http://gunsnrosesbrasil.com :

08/11/2016    Estádio Beira Rio, Porto Alegre, Brasil

11/11/2016    Estádio Allianz Parque, São Paulo, Brasil

12/11/2016    Estádio Allianz Parque, São Paulo, Brasil

15/11/2016    Estádio Nilton Santos (Engenhão), Rio de Janeiro, Brasil

17/11/2016    Pedreira Paulo Leminski, Curitiba, Brasil

20/11/2016    Estádio Nacional, Brasília, Brasil

Com certeza é uma grande oportunidade não apenas de assistir a um belo show de Rock, mas fotografar esse belíssimo Boeing 757.

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com

 

 

,

O Antonov An-225, o maior avião do mundo, virá ao Brasil pela segunda vez. De acordo com o HOTRAN, documento da ANAC que aprova os planos de voo para as companhias aéreas, a chegada é estimada para o dia 14 de novembro, às 23:00 horas, no Aeroporto Internacional de São Paulo, Guarulhos, GRU/SBGR, procedente do Aeroporto Internacional de Iquique, IQQ/SCDA, no Chile.

 

2830046

Será a segunda vez o gigante Antonov An-225 passará pelo Brasil. Ele esteve no Brasil no dia 14 de fevereiro de 2010. Foto: Gianluca Natalizio – Airliners.net

O Antonov An-225 seguirá no dia seguinte para Santiago do Chile, SCL/SCEL, com decolagem prevista para as 09:00 horas. Em 14 de fevereiro de 2010, o AN-225 foi contratado pela Chapman Freeborn Airchartering (empresa britânica de voos fretados), a serviço da Petrobrás. Pousou no Aeroporto Internacional de São Paulo, Guarulhos, às 10:00 horas, transportando três gigantescas válvulas para a Refinaria de Paulínia REPLAN.

A aeronave

O An-225 foi desenvolvido para o Programa Espacial da União Soviética, em substituição ao Myasishchev VM-T, capaz de transportar os foguetes. Voou pela primeira vez no dia 21 de Dezembro de 1988.

2739103

O An-225 foi desenvolvido para o Programa Espacial da União Soviética, em substituição ao Myasishchev VM-T, capaz de transportar os foguetes. Foto: Fred Willemsen – Airliners.net

 

Tipo de aeronave: Cargueiro

Motores: 6x, ZMKB Progress Lotarev D-18T, 229,50 Kn de propulsão cada

Peso máximo de decolagem: 600 t

Carga útil: 300 t

Envergadura: 88,4 m

Comprimento: 84 m

Velocidade: 865 km/h

Altura: 18,1 m

Autonomia de voo com carga máxima: 4.500 km

Autonomia de voo com tanques de combustível cheios: 15.400 km

Tripulação: 6 pessoas

 

giant_planes_comparison

Comparativo entre os gigantes! O Antonov An-225 comparado à outros aviões relativamente gigantes. Imagem: https://pt.wikipedia.org

Postado por: Daniel Popinga – Portaldoaviador.com